Entrada > Notícias > André Raro @ Erasmus República Checa

André Raro @ Erasmus República Checa

Notícia

André Raro, estudante da Licenciatura em Engenharia Informática na Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Politécnico do Porto, escolheu a República Checa para viver a sua experiência Erasmus.


O André esteve, no 1º semestre do ano-letivo 2021/2022 na Brno University of Technology a viver a sua experiência Erasmus.

 

Quando tomaste a decisão de fazer Erasmus?

Sempre tive interesse em participar numa experiência fora de Portugal, mesmo antes de entrar no Ensino Superior, mas a ideia ganhou maior dimensão durante o meu segundo ano da Licenciatura.

 

Porque escolheste a República Checa?  

Foi uma decisão pensada ao longo de várias semanas por mim e por mais dois colegas, Bruno Lopes e Mariana Ribeiro, acabamos por escolher a República Checa por se localizar no centro da Europa permitindo-nos assim viajar e conhecer os países e culturas circundantes. Um ponto que também pesou na nossa decisão foi por se tratar de um país com um custo de vida alegadamente mais acessível que Portugal, mas que acabou por não ser tanto como estávamos à espera.

 

Até agora, quais foram os maiores desafios que tens vivido? Como estás a avaliar a experiência?  

Os maiores desafios durante esta mobilidade foram previamente deduzidos e estão relacionados com o idioma falado ser diferente, a forma como as pessoas interagem diariamente, em termos de personalidade, as pessoas são mais fechadas e frias o que à primeira vista pode parecer que são antipáticas. Estar longe de casa e da família também foi um grande desafio pois significa que temos liberdade total, mas igual responsabilidade. Achei uma experiência muito enriquecedora em vários níveis, incluindo a nível pessoal e social devido às novas responsabilidades adquiridas.

 

Que benefícios pessoais e profissionais pensas obter por ter decidido realizar este período de mobilidade?  

A nível profissional beneficiei bastante, pois melhorei o meu inglês dadas as circunstâncias das aulas e também do ambiente em que me encontrei durante estes cinco meses. A nível pessoal, foi a maior experiência em termos de independência que tive até hoje, e sinto que melhorei as minhas relações na entreajuda e na confraternidade ao conhecer pessoas novas e partilhar esta etapa académica importante.

 

Que conselhos dás a futuros estudantes de Erasmus? Recomendas aos teus colegas que se aventurem numa mobilidade Erasmus? 

Fazer um estudo prévio do país, da cidade, das instituições e das instalações em que vão ficar é um ponto muito importante. O melhor conselho que posso dar, é de virem com uma mentalidade humilde e com disposição de aprender pois vamos encontrar várias pessoas com experiências de vida diferentes da nossa e que nos podem ensinar muita coisa, basta não ser tímido e ter mente aberta para tal.

Claramente que recomendo a mobilidade Erasmus ou qualquer outra mobilidade a todos aqueles que tenham o mínimo de curiosidade, pois não se vão arrepender. É uma experiência única e muito enriquecedora a todos os níveis. Antes da mobilidade achava que tinha as expectativas altas, mas posso dizer que foram cumpridas.

Autor

ampn

Partilhar