Entrada > Clipping > 2017 > Tâmega e Sousa promove-se no Fórum Gastronómico de Girona

Tâmega e Sousa promove-se no Fórum Gastronómico de Girona

in Verdade Online (A) | 17-11-2017

Foi apresentada, na passada quinta-feira, no Auditório do Centro de Interpretação da Cultura Local, em Castelo de Paiva, a participação da região do Tâmega e Sousa como convidada na próxima edição do Fórum Gastronómico de Girona.

Este evento terá lugar no Palácio de Congressos e de Feiras da capital de Girona, em Espanha, nos próximos dias 19, 20 e 21 de novembro.

Esta é mais uma ação promocional deste território, desta vez no mercado espanhol, promovida pelo Consórcio "Tâmega e Sousa Internacionaliza", constituído pelo Conselho Empresarial do Tâmega e Sousa, pela Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa, pela Ader-Sousa - Associação de Desenvolvimento Rural das Terras do Sousa, pela Dolmen - Desenvolvimento Local e Regional e pela Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Politécnico do Porto.

Na conferência de imprensa, Paulo Portela, presidente do Concelho Empresarial do Tâmega e Sousa, afirmou que este programa destina-se a "divulgar as micro, pequenas e médias empresas da nossa região, para que elas se possam internacionalizar. Temos feito algumas intervenções a nível internacional, a última foi em Paris e teremos a próxima, no próximo fim de semana no Fórum em Girona", enalteceu, referindo ainda que estarão presentes com as " instituições e com muitos dos produtos da nossa região, na divulgação das suas marcas e dos seus produtos".

O presidente do Concelho Empresarial do Tâmega explicou também que estarão representados produtos de todos os concelhos da região do Tâmega e Sousa. "Fundamentalmente produtos do fumeiro e os vinhos de toda a região", esclareceu.

Na apresentação, Paulo Portela deixou um apelo aos empresários, para estas estarem "ao lado das associações empresariais, estejam ao lado uns dos outros, partilhem informação, partilhem conhecimentos, e estejam connosco, com todas as instituições envolvidas, para que possamos desenvolver a região".

Segundo o presidente no próximo ano há "oito iniciativas para realizar, desde visitas de promoção às embaixadas com empresários que já estão em diversos países para os empresários da região, até à realização de outras feiras".

Para Gonçalo Rocha, presidente da Câmara de Castelo de Paiva, estas iniciativas têm uma grande importância. "Temos de facto aqui uma oportunidade de ouro, para promover os produtos locais, a região. A parceria com o Concelho Empresarial é muito importante, considerando que tem escala, tem dimensão. Podemos também aproveitar para promover e afirmar um território, que tem que ter uma marca, uma afirmação plena no âmbito do plano nacional e internacional", declarou.

Em conversa com a imprensa, o autarca disse ainda que são "notórias as iniciativas que têm vindo a ser desenvolvidas no Luxemburgo e agora recentemente em França, onde a região do Tâmega e Sousa tem marcado presença e tem, de facto, feito se notar. Os operadores locais têm sentido isso, e aqueles que vivem e sentem a sua terra, que são os nossos emigrantes, têm- se apercebido desta estratégia de promoção e de dinamização do nosso território", referiu.

Segundo Gonçalo Rocha esta é uma estratégia que tem de se manter e "ser fortalecida ao longo destes anos, não só pelos recursos financeiros que existem e estão disponíveis, mas sobretudo como uma oportunidade de ouro para afirmar o nosso território".

Na ocasião, o autarca considerou, relativamente aos investidores, ser evidente que "se levarmos o nosso território para fora de portas, os contactos aparecem. E hoje, mais do que nunca, a comunicação, a ligação, a promoção são oportunidades fundamentais para se estreitar relações com outros territórios e com outros agentes económicos".

O presidente assegurou também que se não existissem estas iniciativas "seria muito mais difícil ouvir falar da comunidade intermunicipal do Tâmega e Sousa, do Concelho Empresarial do Tâmega e Sousa, da Câmara Municipal de Castelo de Paiva, do concelho de Castelo de Paiva e de todos os municípios desta região", explicou.

Gonçalo Rocha lembrou que, por vezes, e nos pequenos pormenores que está a diferença. "Às vezes na pequena oportunidade é que pode estar o grande investimento de uma região. Portanto temos de acreditar nisto, não podemos desistir no primeiro momento porque as coisas têm de ser construídas com esforço e com trabalho e ao fim de alguns anos seguramente tornam-se referências", contou.

Terminou a sua declaração à imprensa na apresentação da participação, dizendo que a região do Tâmega e Sousa tem "todas as condições para que o nosso território se afirme como uma grande marca na região do Luxemburgo. Não só lá como noutros locais, agora também em Paris, na grande feira que se realizou das vindimas, em que a nossa região esteve muitíssimo bem representada. Se tivermos aqui o trabalho de base com sustentabilidade, podemos de facto colher frutos muito importantes para o nosso território".

Ler mais