Entrada > Notícias > Testemunho de Finalista ESTG 2016/17

Testemunho de Finalista ESTG 2016/17

Notícia

Quatro perguntas para resumir um ano letivo e milhares de recordações.


Telma Mendes

Licenciatura em Ciências Empresariais

 

a. Porque escolheste o P.PORTO?

b. O que torna a ESTG única?

c. O que mais mudou do teu primeiro para o último ano?

d. Uma ideia ou conselho para quem vai agora chegar à ESTG?

 

a. O P.PORTO é uma estrutura dinâmica, que se revela capaz de integrar as mudanças do mundo empresarial nos seus planos curriculares. Antes de optar pelo P.PORTO analisei outras alternativas e, na minha decisão, prevaleceram os conteúdos e a estrutura da Licenciatura em Ciências Empresariais oferecida pela ESTG. Após a análise de todas as opções, constatei que se tratava de um politécnico preocupado com a sua melhoria contínua possuindo uma forma única de interligar as instituições que o constituem.

 

b. A minha experiência como aluna da ESTG permite-me testemunhar um corpo docente muito competente, empenhado em transmitir os seus conhecimentos aos seus alunos. Sendo assim, a multidisciplinaridade do curso permitiu o desenvolvimento de competências únicas na área das Ciências Empresariais, bem como de competências transversais a outras áreas, tais como: a capacidade de trabalhar em equipa, de iniciativa, autonomia, independência e responsabilidade. Para além disso, os colóquios/aulas abertas/seminários dinamizados pela ESTG permitem-nos adquirir conhecimentos preponderantes não só na área da gestão, mas também de aspetos inerentes ao próprio desenvolvimento pessoal.

 

c. Ao longo do meu percurso académico fui adquirindo conhecimentos que nunca julguei que fossem possíveis. Deste modo, nos últimos três anos tive a oportunidade de adquirir competências sólidas e diversificadas que serão importantes não só na minha vida profissional, como também na interação com toda a comunidade.

 

d. Quem vai ingressar na ESTG irá deparar-se com uma instituição focada na melhoria contínua dos seus métodos de ensino, preparando os seus alunos para os desafios presentes no mercado de trabalho. Neste sentido, as pessoas que entrarem agora no ensino superior deverão estar dispostas a trabalhar arduamente, mas com a garantia de que, se o fizerem, estarão preparadas para lidar com todo o tipo de contingências que possam surgir na sua vida profissional.

 

Autor

ampn

Partilhar