Entrada > Notícias > Um de Nós | Rafael Vieira

Um de Nós | Rafael Vieira

Um de nós

Estudante de Licenciatura em Engenharia Informática na Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Politécnico do Porto, Rafael Melo Vieira nasceu em Oliveira de Azeméis


PORQUE ESCOLHESTE A ESTG?

Escolhi a ESTG porque pertencia ao Politécnico do Porto e na altura (estava eu no 12º ano), ouvi falar que as empresas estavam em constante contacto com a escola o que permitia logo a ligação ao mercado de trabalho, que para mim é importante.


QUAIS AS ATIVIDADES A QUE TE DEDICAS ALÉM DOS ESTUDOS?

Formações ao nível do empreendedorismo, música ao nível das bandas filarmónicas e tuna Académica da Escola (sou músico formado de conservatório) e sou fã de futebol pelo que acompanho bastante o desporto.


COMO RECORDAS OS PRIMEIROS DIAS NA ESCOLA?

Com nostalgia, pois fui muito bem recebido e acolhido.


UMA IDEIA OU CONSELHO PARA QUEM VAI AGORA CHEGAR À TUA ESCOLA

Aproveitem tudo o que a escola vos fornece de formação extra curso. É muito importante e ajuda-vos a descobrir o vosso futuro a nível profissional.

PARA TI, QUAL O LUGAR MAIS ESPECIAL DESTA ESCOLA?

O "quadrado", é um lugar central e onde tudo se passa. Onde se estuda, onde se convive com os outros estudantes, onde são os coffeebreaks dos eventos (ahah), onde os professores passam e fazem o sorriso maroto ao ver-nos a estudar para a cadeira deles, etc.


CONTA-NOS UM EPISÓDIO MARCANTE?

Foi o momento em que recebi a notícia que passei a um dos cadeirões do curso. Dei grande salto de alegria no quadrado.

O QUE TORNA A TUA ESCOLA ÚNICA?

As oportunidades a nível de formação extracurricular que a escola proporciona. Acho mesmo muito importante este tipo de valências para trabalhar as nossas soft skills.


COMO TE VÊS DAQUI A 20 ANOS?

Daqui a 20 anos, se correr tudo bem, vejo me dedicado aos meus projetos artísticos e pessoais.


A rubrica  
Um de Nós representa um espaço de partilha de experiências, ideias, histórias, e projetos, com uma breve entrevista a estudantes, docentes e não-docentes. É nossa convicção que cada Escola guarda — nos seus bastidores, salas, corredores e gabinetes — muitos rostos e talentos.  Queremos ser a voz de cada um de nós porque as grandes histórias por vezes estão mais próximas do que imaginamos.

Autor

CCIC | P.PORTO

Partilhar