Entrada > Notícias > Vera Freitas venceu o prémio Best Paper no ESTG Masters

Vera Freitas venceu o prémio Best Paper no ESTG Masters

Notícia

Vera Freitas, estudante de mestrado na Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Politécnico do Porto, foi distinguida com o prémio Best Paper em mais uma edição do ESTG Masters.


O prémio Best Paper do Mestrado em Gestão de Projetos, na 12ª edição do ESTG Masters, foi entregue ao artigo: Project Management Capabilities in University Research Centers: A Bibliometric Analysis from the Last Twenty Years da estudante Vera Freitas em coautoria com Teresa Barros e Leandro Pereira.

Os prémios Best Paper são atribuídos ao melhor artigo apresentado no ESTG Masters por cada curso de mestrado da Escola e consiste no reembolso do pagamento de uma inscrição em conferência/formação, no valor máximo de 300€.

Muitos parabéns Vera Freitas e muitos sucessos!

Ficamos com o seu testemunho sobre esta experiência académica.

“Capacidades de Gestão de Projetos em Centros de Investigação Universitários: Uma Análise Bibliométrica dos Últimos 20 Anos” foi o tema do artigo pela qual fui premiada como Best Paper no Mestrado em Gestão de Projetos nesta 12.ª edição do ESTG Masters. Este tema coincide com o tema da dissertação de Mestrado a que me proponho, sob orientação científica da Professora Teresa Barros e do Professor Leandro Pereira (ISCTE-IUL), onde se pretende investigar o estado da literatura académica sobre capacidades de gestão de projetos em Centros de Investigação Universitários nas últimas duas décadas, validando, assim, se esta área se desenvolveu ao longo deste período ou se foi negligenciada numa perspetiva académica. Considero que, a minha dissertação será um dos primeiros estudos a contribuir para a compreensão da organização do conhecimento científico sobre o tema de pesquisa, dada a ausência na literatura académica de qualquer tipo de estudo semelhante.

A escolha do tema para a minha dissertação teve como influência a minha atividade profissional enquanto investigadora num Centro de Investigação em Química, onde o trabalho científico que desenvolvo é essencialmente organizado por projetos. A minha formação académica em Química permiti-me realizar tarefas e resolver problemas técnico-científicos nessa área, no entanto, reconheço que no que se refere à gestão de projetos faltavam-me proficiências. Por esse motivo, candidatei-me ao Mestrado em Gestão de Projetos da ESTG a fim de desenvolver e consolidar as minhas competências na área da Gestão de Projetos. O facto de ser um curso de especialização em horário pós-laboral facilita a sua frequência, no entanto, exige tempo de dedicação, pelo que enfrento alguns desafios no que se refere à gestão do meu tempo.

Não posso deixar de agradecer aos colegas do MGP pela agradável convivência e companheirismo, assim como a todos os docentes pelo profissionalismo e dedicação, com um especial agradecimento aos meus orientadores e à professora Vanda Lima (Diretora do Curso) que mesmo em momentos um pouco conturbados me orientaram, incentivaram e proporcionaram a oportunidade de apresentar o artigo que deu origem a este prémio.

Vera Freitas, estudante do Mestrado em Gestão de Projetos – 15-03-2022

Autor

ampn

Partilhar